O Castelo de Osaka

O Castelo de Osaka, ou Osaka-jo, é a principal atração da cidade de mesmo nome e um dos principais castelos do Japão. Hoje, ele conta sua própria história intensa que foi parte de alguns acontecimentos importantes no país.

Construído no ano de 1583, foi destruído 13 anos depois por Oda Nobunaga, um militar que visava unificar o Japão. Seu sucessor Toyotomi Hideyoshi conseguiu a união do país e reconstruiu o castelo. Após sua morte, as tropas de Tokugawa Ieyasu o destruíram pela segunda vez. Reconstruído poucos anos mais tarde, foi atingido por um raio em 1665 e foi tomado pelo fogo. Seu novo reparo teve início apenas em 1843 e duas décadas depois foi queimado novamente, desta vez durante um conflito. Mais uma vez, foi reconstruído, no ano de 1931, e, milagrosamente, sofreu poucos danos durante a II Guerra Mundial. Foi em 1997 sua última reparação e modernização, para deixar o castelo como podemos ver hoje.

A torre principal é cercada por outras construções como portões, enormes muros de pedras, fosso e um jardim. Fica claro que anos atrás era um lugar de proteção contra inimigos. Hoje, seus oito andares abrigam um museu que relacionam a história do Japão à história do próprio castelo. O jardim Nishinomaru tem centenas de árvores de cerejeira e é um dos melhores lugares da cidade para o hanami, a época em que as flores desabrocham e os japoneses sentam sob as árvores para apreciar a beleza desse momento.

O castelo fica na cidade de Osaka e a estação mais próxima é a Osakajokoen, que fica na JR Loop Line, a 10 minutos da estação central. Outra opção é a estação de metrô Tanimachi-4chome, na Tanimachi Subway Line ou na Chuo Subway Line.

(Imagem: Osaka-jo | Crédito: Sgt Garcia F via Visual Hunt)