O museu do lamen em Yokohama

O lamen é um prato bastante conhecido no Japão e vem ganhando cada vez mais popularidade no Brasil. Se o nome não for tão familiar, com certeza você já comeu o macarrão instantâneo e isso pode te ajudar a ter uma ideia melhor do que vamos falar (o verdadeiro lamen é bem diferente da sua versão instantânea).

De origem chinesa, a massa é feita de farinha de trigo, ovos e água, mergulhada em um caldo saboroso à base de carnes. Acrescente toppings como lombo, ovo cozido, cebolinha, milho e outros legumes.

Os sabores variam conforme a região do Japão. Para quem quer o gosto acentuado do caldo, a recomendação é o shio lamen. O Tokyo lamen, com tempero à base de shoyu (molho de soja), é o mais comum na capital. No norte do Japão, região de Hokkaido, foi criado o Sapporo lamen, feito com missô (pasta de soja). Já o Hakata lamen é feito a partir de ossos de porco cozido (tonkotsu) e típico da região de Fukuoka, no sul do país.

Não é preciso viajar o Japão de norte a sul para experimentar os diferentes temperos. O Museu do Lamen fica em Yokohama, menos de 1 hora de Tokyo. Lá você vai conhecer a história do lamen no Japão, incluindo a do macarrão instantâneo que é sucesso no mundo todo, além de poder experimentar o lamen de sua preferência.

Os pisos inferiores apresentam uma réplica do Japão no ano de 1958. Nessa época a popularidade lamen estava em alta e nesse ano o macarrão instantâneo foi inventado. Entre lojas reais e cenário, procure por um dos 9 restaurantes, cada um representando os sabores de uma região específica do Japão. Se quiser experimentar vários deles, opte pelo mini-lamen em cada lugar. Os tickets devem ser comprados nas máquinas automáticas que ficam do lado de fora de cada restaurante.

Como Chegar:
O Museu do Lamen fica localizado próximo à Shin-Yokohama Station, na JR Yokohama Line ou JR Tokaido Shinkansen.

(Imagem: lamen | Crédito: | Ray Chang | via Visualhunt.com / CC BY-NC-ND)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>